top of page
Buscar
  • Foto do escritorAMP

Meu filho é autista, e agora? O que fazer diante das medidas restritivas de circulação?

Orientações para pais de alunos da Educação Especial no atual momento.

Primeiro devemos ressalvar que este é um ano atípico, muitas mudanças aconteceram, das quais algumas não foram explicadas de forma presencial, grande parte das informações que estamos sabendo advém das mídias (tv e internet).


Algumas notícias, repassadas de determinada maneira, nos assustam ao ponto de algumas pessoas entrarem em pânico.


Alunos deixaram de ir as escolas antes mesmo da data prevista dos decretos por uma segurança plausível, e dessa forma as informações foram distribuídas de qualquer maneira, muitas crianças, das escolas nomeadas regulares e educação especial, souberam das notícias pela boca dos adultos ou por notícias da tv e internet. E para muitos não foi explicado o motivo de não ir mais a escola, mas acredito ser importante falar, explicar de uma forma honesta o motivo que a criança/adolescente/adulto precisa estar em casa neste momento.

Desde de antes e atualmente, sabemos e de forma unânime, sobre os cuidados ao que se nomeou de quarentena, os cuidados com a higiene para si e para o outro e a não aglomeração de pessoas.

Ressalvo que algo já descoberto no sec. 19, hoje se torna algo falado por todos, por toda a população, o lavar as mãos com água e sabão, ato simples e fácil, que protege milhares de pessoas, pois lavar as mãos de forma correta, pode evitar vírus e bactérias. E há 102 anos as orientações do uso de máscaras e a não aglomeração já acontecia, como na gripe espanhola.


E hoje estamos aqui, revivendo os mesmos cuidados para que não haja a contaminação com o vírus (covid-19) e ainda para pensar na educação especial, mas vale relembrar que algumas informações são para todos.


Primeiro, nessa mudança repentina que se alastrou no mundo todo, devemos pensar: Como deve ficar a rotina durante esse período nomeado quarentena?


É importante pensarmos sobre a rotina no atual momento, pois é a rotina que nos mantém organizados, a rotina é um elemento importante e fundamental no dia a dia das pessoas, para todas as crianças/adolescentes/adultos/idosos, auxilia nos sentimentos de estabilidade e segurança. Também proporciona maior facilidade de organização espaço-temporal e ainda auxilia a diminuição do estresse e distresse, sendo o distresse um estresse excessivo. À falta de uma rotina há uma tendência, a uma alimentação irregular, sono mais agitado, níveis de estresse e ansiedade elevados, além do medo e angustia. Por isso, a rotina do sono, alimentação (café, almoço e janta), horário do banho, horário de fazer alguma atividade, horário da tv, são fundamentais. E ainda, o horário da medicação, esse também é fundamental, pois se há o uso contínuo de uma medicação é importante que ela se mantenha. Para evitar por exemplo que as convulsões que estão controladas com a medicação, retornem.


- Como contar, quais recursos usar, para falar sobre ao que se nomeia vírus e pandemia para crianças, adolescente e adultos, com deficiência intelectual e múltipla?


É importante falar, e sempre falar a verdade, independe do diagnóstico ofertado a uma pessoa, criança, adolescente ou adulto, devemos falar e explicar de forma honesta e adequada para idade, o motivo dos nossos filhos (irmãos, primos, entre outros) precisarem ficar e estar em casa, mas em uma conversa compreensível, de uma forma que eles entendam e se sintam confortáveis, e em um espaço de segurança.


Sabemos que pessoas com deficiência intelectual e múltipla, tendem a serem mais afetivos, a buscarem mais por abraços, nesse momento é necessário explicar, que o afeto deverá ser demonstrado de outras formas, para que o contato físico diminua.


É de extrema importância explicar também, sobre o lavar as mãos, e deixar o ambiente da casa ventilado. Tenho certeza que vários alunos apaeanos das escolares nomeadas regulares, sentem falta no seu tempo da escola. Vale lembrar que o atual momento não é de férias, as escolas estão preparando ou já prepararam atividades no formato online para os alunos.


- Quais os cuidados que a família deve ter, o que devemos fazer, diante desse momento, para proteger os filhos?



- Lavar as mãos antes de sair e ao voltar para casa;

- Manter uma distância de um metro entre você e qualquer pessoa que esteja tossindo ou espirrando;

- Evite tocar nos olhos, nariz e boca;

- Higiene respiratória, isso significa cobrir a boca e o nariz com o cotovelo ao tossir ou espirrar;

- Higienizar e desinfetar os objetos e lugares tocados com frequência, como celulares, maçanetas.

- A forma de abraço e cumprimentar, devem adaptar outra forma evitando o toque;


Aos que retornam para casa:


É indicado usar sempre o mesmo par de sapato, e ao chegar lavar as mãos.


Qual atividade os pais que tem crianças especiais pequenas podem fazer em casa para estimular os mesmos?


Primeiro precisamos pensar que você não está preso dentro de casa, esse é o momento de cuidar-se, mas você pode andar no seu quintal, organizar sua horta, as flores, organizar o ambiente da casa, as gavetas, fotos, a Sociedade Brasileira de Pediatria tem recomendado que crianças e adultos fiquem em contato com a natureza, por isso organizar sua horta, cuidar das plantas, cuidar dos animais de estimação, são atividades que ajudam a manter a saúde física e mental, e também são atividades que estimulam a coordenação, o cognitivo num todo.


Podemos pensar também em atividades com música, montar coreografias, atividades com papel e lápis de cor para desenhos e brincadeiras.


Para informações, e para conversar com o filho de vocês, filtrem as notícias da internet, busquem sites de confiança, fiquem atentos aos canais oficiais para as informações sobre o atual momento.


- Ideias para criança/adolescentes com diagnóstico de Autismo para o atual momento.


Observa-se que pessoas com autismo, tende a apresentar mais dificuldade em nomear quando está doente, por isso a importância dos cuidados com a higiene e não se expor a aglomerações de pessoas.


Hoje dia 02 de Abril, o presidente da República da França baixou uma portaria dando muito mais amplitude de tempo e flexibilidade para as saídas das pessoas com autismo e do cuidador, esta portaria é exclusiva para os autistas irem a lugares que os acalmam e a lugares que eles conhecem e precisam rever, Movimento Orgulho Autista Brasil – RS com Alfredo Jerusalinsky.


Os autistas têm dificuldades em ficar em um espaço restrito, pois há uma necessidade de movimentação que é do próprio autista, a portaria abre para essa movimentação para o autista, mas com os cuidados necessários, pois o autista precisa de um adulto responsável para acompanha-lo. Mas isso não é uma realidade no Brasil.


E por isso devemos explicar para as crianças e adolescentes sobre os cuidados e o porquê estão em casa.


Cada pessoa tem a sua personalidade, mesmo que haja características semelhantes em relação ao sintoma. Há também as características singulares, e vamos ouvir cada pessoa pela sua singularidade, assim como todos os humanos, os autistas também apresentam sintomas de indecisões e angustias.

Por isso a importância de explicar para eles o motivo de estarem em casa e de não poderem ir na casa dos avós, não poderem ir para sua análise, não poderem ir ver a professora na escola ou os colegas, e os mesmos também precisam de uma rotina.


O que fazer na circunstância especial em que a quarentena e pandemia nos impõe, com os filhos autistas? O que fazer perante o sintoma característico do autismo e suas particularidades?


Os pais ou responsáveis podem brincar com os seus filhos, é possível trabalhar com objetos de encaixe, trabalhar com formas geométricas, com bola, animais, na sala com almofadas, mas cada criança tem suas preferências, alguns gostam de brincar com as folhas, outros com balão e outros com carrinho ou boneca, é importante ouvir o teu filho e observar as coisas que ele gosta para então brincarem, e poder estimular o seu desenvolvimento.


Para atendê-los, pode-se utilizar a vídeo conferência como recurso, conjuntamente à participação dos pais - dependendo da idade.


Psicanalista Michéli Jacobi

103 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page